A torre de andaime é um das formas de andaime mais utilizadas. Estas estruturas, apesar de comuns, devem respeitar procedimentos e regras que garantam a sua estabilidade. Neste artigo, exemplificamos, de forma genérica e exemplifícativa este tema, recomendando, ainda assim, e em qualquer circunstância, a consulta do manual do fabricante e a aplicação exata do procedimento prescrito nesse documento.

As Estruturas das torres de escada estão submetidas às mesmas cargas que qualquer outro tipo de andaime. Para poder considerar a auto estabilidade, temos que comprovar que as cargas não são suficientes para desestabilizar a estrutura.

O peso próprio da estrutura influencia positivamente a estabilidade, porque quanto mais pesada melhor é o comportamento em relação ao desequilíbrio provocado pelas cargas a que estão submetidas, assim como à força do vento.

Estabilidade da torre de andaime:

Para a torre de andaime, de aço e sem nenhum tipo de cobertura , o método orientativo para verificar se é auto-estável é o seguinte:

Em espaços interiores, sem vento a máxima altura (H) não pode ser superior a quatro vezes o lado (L) menor. – H(max.)<= 4* L (menor).

Em espaços interiores a altura (H) máxima é de três vezes o lado (L) menor – H(max.)<=3* L (menor).

• Quando não se cumpre a regra da auto-estabilidade:
-Aumentar as dimensões da base colocando estabilizadores.
-Colocar contrapesos.
-Amarrar a estrutura a partes sólidas.
-Combinar adequadamente as opções interiores.

Para conhecer mais sobre procedimentos de montagem de andaime, leia o nosso artigo sobre procedimentos de montagem de andaime.

Relembra-mos, porque nunca será demais, que todas as idicações, procedimentos e sugestões no Portal dos Andaimes, são genéricas e de caracter exemplificativo. Para trabalhar em segurança e de acordo com as prescrições legais, deveremos, em qualquer circunstância, respeitar os procedimentos definidos pelos fabricantes e manter-mo-nos atualizados relativamente à conformidade legal da nossa atividade.

Para saber mais sobre segurança, e o que pode acontecer quando não seguimos as boas práticas, veja os artigos sobre segurança em andaimes e o artigo sobre queda de andaimes.

Relembra-mos, porque nunca será demais, que todas as indicações, procedimentos e sugestões do Portal dos Andaimes, são genéricas e de carácter exemplificativo. Para trabalhar em segurança, e de acordo com as prescrições legais, deveremos, em qualquer circunstância, respeitar os procedimentos definidos pelos fabricantes do nosso parque de material e manter-mo-nos atualizados relativamente à conformidade legal  da execução da nossa atividade.

Se gostou do artigo Torre de Andaime, leia também: