A queda de andaimes é uma realidade possível e até frequente, seja por falhas técnicas, humanas ou fenómenos extremos. Uma ancoragem deficiente, planeada de forma desadequada às características do andaime e do contexto de implementação, eventos climáticos extremos, ou executantes carecem de competências técnicas e formação adequadas, são motivos que, de forma isolada ou em conjunto, podem resultar neste tipo de incidentes, com um potencial destrutivo enorme.

O facto é que, infelizmente, os acidentes sucedem-se a um ritmo muito superior ao desejável, que será sempre zero ocorrências e segurança máxima. Para chamar a atenção e sensibilizar empresas, executantes e donos de obra para esta problemática, assim como para a necessidade de exigência e rigor máximos nesta atividade, decidimos elencar alguns dos vídeos mais impressionantes que identificámos na internet. Retratam incidentes relacionados com a queda de andaimes, alguns com custos materiais e outros com danos ou perdas humanas.

Alertamos que alguns conteúdos poderão ser chocantes e impróprios para pessoas mais sensíveis.

Top 6 de vídeos de queda de andaimes:

1 – Compilação de queda de andaimes:

2 – Vários exemplo de queda de andaimes:

3 – Queda de andaime em navio provoca queda de dois trabalhadores:

4 – Colapso de andaime em Houston:

5 – Queda de andaime provocada por movimentação de cargas, com desfecho fatal:

6 – Queda de andaime resulta de estrutura deficiente e colaboradores inexperientes:

Se há fenómenos imprevisíveis que podem estar na origem deste tipo de incidente, a verdade é que, como se pode constar nos diferentes vídeos, a maioria dos casos está relacionada com falha humana ou técnica, seja na fase de planeamento e execução da estrutura, seja devido à utilização de equipamentos desadequados.

Este artigo é uma chamada de atenção para todos os intervenientes no setor, dos departamentos de engenharia, aos executantes, passando pelos técnicos de segurança. A negligência na montagem de andaimes tem potencial para afetar dramaticamente trabalhadores, terceiros e bens materiais. Trabalhe em segurança e garanta sempre que todas as normas são cumpridas invariavelmente.

O rigor, mantém-nos seguros!