Saber como amarrar andaimes ou, recorrendo a linguagem mais técnica, como ancorar ou fixar andaimes, é uma tarefa da maior importância para a sua segurança e dos seus utilizadores. Fazê-lo de forma correta contribui para a prevenção de acidentes, com potencial para provocar consequências humanas e materiais graves.

Nota:  Este artigo possui um caráter exemplificativo e genérico e não deverá prevalecer sobre as políticas internas de segurança de cada empresa, substituir-se à consulta e ao cumprimento das prescrições do fabricante de cada tipo de material, nem à análise das especificidades de cada obra ou zona de implementação, que deverá ser garantida pelo responsável de cada obra. 

Como amarrar andaimes: os pontos de fixação

No que diz respeito ao andaime de fachada deve o mesmo, quando exceda os 4 metros de altura, ter pontos de ancoragem que garantam a sua fixação, prevenindo afastamentos e aproximações à estrutura intervencionada.

Isto corresponde, no seu comprimento, a um ponto de amarração a cada 5 metros e, em altura, a um ponto de amarração a cada 4 metros. O andaime deverá ter um pontos de ancoragem intercalados, prumada sim prumada não e piso sim piso não. Adicionalmente é recomendado que nas laterais o andaime possua pontos de amarração em todos os pisos, a partir dos 4 metros de altura.

Como amarrar um andaime: técnicas e equipamentos

Os pontos de amarração podem ser criados através da colocação de buchas e de parafusos de argola (olhais) na estrutura intervencionada ou de apoio, e ligados ao andaime através de um tubo de fixação e um abraçadeira.

Em alternativa, recorrendo a pontas ou tubos e abraçadeiras, é possivel amarrar andaimes em aberturas acessíveis, desde que estas deem garatias de sustentabilidade. Como amarrar outros tipos de andaimes: Nas torres imóveis, para além das diagonais em todas as faces, devem-se aplicar a mesmas regras. Relativamente às torres móveis as mesmas não devem exceder em altura duas vezes e meia o comprimento da face menor. Para além disso, em cada estacionamento devem ser montadas diagonais ao solo de estabilização e/ou ancoragem física à estrutura mais próxima. Nota: quando se apliquem telas ou ráfias a ancoragem deve ser reforçada de forma a prevenir eventuais alterações de tempo. É fundamental que a forma como o andaime está amarrado possa garantir a sua resistência ao vento, mesmo quando o mesmo exceda as velocidades normais. As diagonais devem sempre garantir a autonomia e estabilidade do andaime, independentemente da ancoragem, que deve ser entendida como um fator acrescido de prevenção, fundamental numa estrutura segura.

Perguntas frequentes

Procedimento de montagem de andaimes?

Consulte o procedimento standard de montagem de andaimes e trabalhe de forma mais eficiente e seguraça.

Conhece todos os riscos associados à montagem de andaimes?

Consulte uma tabela de avaliação de riscos para a especialidade de andaimes, assim como as medidas preventivas correspondentes, trabalhe de forma mais segura e consciente.

Que EPIS devo usar na execução de andaimes?

Tratando-se de uma atividade de alto risco, é fundamental que todas a prescrições de segurança sejam respeitadas, incluindo o recurso a equipamentos de proteleção individual. Saiba quais são os EPIS obrigatórios e que normas devem respeitar.

Andaime Multidirecional

O andaime multidirecional é o tipo de equipamento mais adequado ao contexto de indústria pesada e a obras complexas. É mais pesado, mais caro mas também mais versátil, mas também mais exigente do ponto de vista da sua montagem. Descubra mais características sobre este tipo de equipamento no Portal dos Andaimes.

Peça um orçamento de aluguer de andaimes