O andaime de fachada é o tipo de equipamento mais comum, que costumamos encontrar em obras de construção civil e fachadas de prédios, um pouco por todo o lado.

Esta tipologia é adequada a obras de complexidade de reduzida,  para trabalhos de pintura, limpeza de empenas e outros outros serviços de construção em fachadas sem recortes técnicos demasiado exigentes.

O andaime de fachada reveste-se de características prórias e distintivas, tenco como pontos fortes a sua leveza, um processo de implementação relativamente descomplicado e rápido,  particularmente quando o comparamos com andaime do tipo multidirecional.

Por outro lado, tem como principais desvantagens a pouca versatilidade, necessária para estruturas de implementação mais complexa e exigente, demasiado recortadas e com obstáculos, e, ainda, o armazenamento e transporte. O formato e a configuração das peças não permite uma otimização do espaço de carga de forma tão eficiente como no caso do andaime multidirecional.

Neste artigo, vamos partilhar algumas noções e dicas sobre esta tipologia de andaime, relativamente à sua utilização,  montagem, aos seus componentes e ao que deve considerar caso esteja a pondere adquirir andaime de fachada..

Elementos do andaime de fachada:

O andaime de fachada é um andaime modular, cuja medida mais comum é de 2m X 2,5m X 0,75m. Estas medidas podem variar no que toca ao comprimento e largura dos módulos, mantendo-se, no entanto, a altura de 2 metros.  Independentemente das medias dos módulos, o andaime de fachada é composto, normalmente e na maioria dos casos, por 8 elementos fundamentais:

Para a estrutura:

  • Quadro ou perna (“vertical frame” ou elemento horizontal);
  • Meias pernas para o último piso;
  • Final de andaime, para o último piso;
  • Chapas ou pranchas (plataforma de trabalho);
  • Plataformas de acesso ou escada, que permitem transitar entre os vários pisos;
  • Iniciadores, que servem para prender as diagonais no piso zero;
  • Bases ou niveladores, onde assenta todo o andaime, geralmente reguláveis;
  • Rodapés, para prevenir a queda de objetos e pessoas;
  • Diagonais, um travamento fundamental para a estabilidade da estrutura;
  • Guarda corpos ou travessas, que servem de elemento de estabilização horizontal e de segurança, prevenindo quedas;
  • Resguardos laterais com rodapé.

Para a fixação ou, por cada ponto de ancoragem da estrutura:

 

A proporção e quantidade, que devemos ter de cada um destes elementos deve estar de acordo com o tipo de estrutura de andaime que montamos com maior frequência e como regra.

Por exemplo, se o maior volume de solicitações que recebemos é para torres de acesso, teremos que ter uma quantidade de plataformas de acesso superior. Se, por outro lado, a maior parte das solicitações que recebemos é para fachadas compridas, a proporção de plataformas de acesso deve ser reduzido a 1 para 8 ou 1 para 10, relativamente à quantidade de chapas ou pranchas.

Como montar de andaimes de fachada: procedimento de montagem

Ou, caso tenhamos muitas obras em que são necessários guarda-corpos interiores, que é o caso quando o andaime está a mais de 25 centímetros da estrutura intervencionada, devemos considerar adquirir uma quantidade superior deste tipo de peço, relativamente à quantidade prevista que um módulo “tipo” incluí. Geralmente um módulo inclui duas travessas que servem como guarda-corpos, para colocar na face exterior do andaime, a 0,5  e 1 metro de altura, em cada piso. Se também necessitarmos dessas proteções coletivas na face interior do andaime, devemos ter 4 travessas por cada módulo em que essa necessidade se verifica.

A definição das quantidades de cada tipo de peça a comprar deverá, sempre e em qualquer caso, depender das especificidades e necessidades do mercado e da nossa empresa. Fazer esta análise será a melhor forma de potenciar a rentabilização do nosso parque de material de andaime, evitando ter muito material parado no estaleiro.

Para além disso, devemos contemplar na nossa encomenda alguns elementos com dimensões mais reduzidas. Para alé de serem mais baratos, garantem eficiência e flexibilidade em obras com recortes mais complexos e exigentes. Este é um fator que deve pesar, não só na definição de volumes, mas também na escolha do fabricante de andaimes. A oferta de elementos de várias medidas e acessórios varia de fornecedor para fornecedor e convém ter um conhecimento prévio da oferta disponível no catálogo de cada fabricante.

Por fim, quando já possuímos material de fachada e pretendemos apenas aumentar o volume de m2 de andaime no nosso parque de material, devemos ter em conta que as garantias e certificações destes equipamentos podem ser inválidas quando misturamos andaimes de diferentes fabricantes. Isto pode levantar problemas no que diz respeito a questões segurança, às exigências do dono de obra e inspeções de HST. Para além disso, muitas vezes, as medidas de peças de fabricantes diferentes podem não ser 100% compatíveis ou coincidentes.

    Os campos assinalados com (*) são de preenchimento obrigatório.


      Nome da pessoa a contactar:*
      Email:*

      Tipo de entidade:* ParticularEmpresaCondomínio

      Se representa uma empresa, indique o nome desta:

      Altura:*
      Comprimento:*

      Necessita de rede de proteção? SimNão
      Necessita de guarda-corpos interiores? SimNão




      Os campos assinalados com (*) são de preenchimento obrigatório.


      Se gostou do artigo sobre andaime de fachada, leia também:

      Veja todos os artigos sobre andaimes

      Perguntas frequentes

       

      Necessita de alugar um andaime para uma fachada?

      Se procura alugar um andaime para uma fachada, em qualquer zona de Portugal, faça-nos chegar a sua solicitação, através do nosso formulário de pedido de orçamento, para alugar um andaime.

      Empresas de andaimes em Portugal?

      Em Portugal existem empresas de andaimes, de Norte a Sul que atuam em todo o território continental. Consulte a nossa lista de empresas de andaimes, organizadas por zona geográfica.

      O que devo ter conta quando recorro ao aluguer de andaimes?

      Ao recorrer ao aluguer de andaimes devemos ter em conta que se trata de um serviço dispendioso e de uma atividade de alto risco. Importa por isso salvaguardar aspetos, económicos e de segurança. Descubra tudo o que deve ter em conta no nosso guia sobre aluguer de andaimes.

      Andaime Multidirecional

      O andaime multidirecional é o tipo de equipamento mais adequado ao contexto de indústria pesada e a obras complexas. É mais pesado, mais caro mas também mais versátil, dando resposta aos maiores desafios. Se pondera alugar ou adquirir este tipo de equipamento, saiba o que deve ter em conta relativamente ao andaime multidirecional.

      Existem fábricas de andaimes em Portugal?

      O mercado nacional tem várias soluções para quem procura adquirir equipamento. Metalusa, Caldorra e Catari, são apenas algumas da opções. Conheça todas, e o tipo de equipamento que vendem, na nossa lista de fabricantes de andaimes em Portugal.