O acesso por cordas será, não há muitas dúvidas, a especialidade mais exigente dentro dos trabalhos em altura. Esta arte consiste na aplicação de técnicas de progressão com recurso a cordas e dispositivos ou equipamentos mecânicos que, no seu conjunto, permitem chegar a determinado ponto de difícil acesso, com segurança.

Os profissionais desta área têm a capacidade de aproximação a pontos, seja subindo, descendo ou movimentando-se na horizontal para, uma vez no local e garantidas as condições de segurança, realizarem algum tipo de intervenção. Manutenção, limpeza, recuperação mecânica, pintura e inspeções, são apenas alguns exemplos do que pode ser feito com acesso por cordas.

Pedir orçamento para trabalhos com acesso por cordas

Formação em acesso por cordas, de forma isolada, não resolve problemas

Se é verdade que é necessária formação adequada, capacidade técnica e física para aceder ao ponto visado, também é verdade que as competências para cada intervenção em específico não deixam de ser fundamentais..

Se, por exemplo, serviços de limpeza não requerem uma formação tão específica e técnica, por outro lado, para soldar, pintar,  inspecionar um equipamento ou fazer busca e salvamento, é necessário ter formação complementar adequada.

Em que situações se recomenda o acesso por cordas?

Esta técnica é recomendada sempre que num espaço de trabalho não se verifique a existência de proteções coletivas. Quando não há guarda-corpos, linhas de vida, quando não se justifica ou não é possível montar uma andaime, um baileu ou uma plataforma elevatória, recomenda-se o recurso ao acesso por cordas.

Uma disciplina dos trabalhos em altura aplicável em vários contextos

Esta técnica é aplicável em diversos contextos, do mais urbanos aos mais exigentes, como plataformas petrolíferas, torres eólicas, refinarias e outras industrias pesadas. Pode ser executada ao ar livre, quando as condições climatéricas o permitem, ou em espaços confinados.

Principais riscos do acesso por cordas

Esta atividade tem muitos riscos associados, que variam de acordo com o tipo de intervenção que vai ser realizada. Mas, independentemente disso, o risco de queda, choque ou embate mecânico e o risco de queda de objetos, estão sempre presentes, e têm um grande potencial de letalidade, de perdas materiais e danos para terceiros.

As vantagens e as desvantagens

A grande vantagem do acesso por cordas, por exemplo em relação a andaimes ou bailéus, é rapidez do processo. Para além disso, em termos logísticos e de quantidade de recursos humanos, é bastante menos exigente.

Como desvantegens, podem-se eleger os condicionalismos provocados pelas condições atmosféricas e o custo geralmente alto, porém necessário e adequado. Para além do risco associado à atividade, para garanti-la de qualidade e com segurança, é precisa muita formação especializada (IRATA, SPRAT ou outras) e exigente, também ela cara.

Pedir orçamento para trabalhos com acesso por cordas

Perguntas frequentes

 

Necessita de um serviço de acesso por cordas?

Se procura uma empresa que preste este tipo de serviços, em Portugal ou no estrangeiro, faça-nos chegar a sua solicitação, através do nosso formulário de pedido de orçamento.

Em que contexto se deve recorrer a este tipo de serviço?

Trata-se da solução por exelência quando não existem proteções coletivas nem é possível recorrer a andaimes ou plataformas elevatórias.

Saiba mais sobre esta especialidade no Portal dos Andaimes.

Que tipo de profissional ou empresa devo contratar?

O mercado nacional tem várias soluções mas o que importa garantir é que estas dão todas as garantias e reunem as competências necessárias ao desempenho desta atividade.

Saiba mais sobre esta especialidade no Portal dos Andaimes.

 

Peça um orçamento